Samuel zeller 28777

Abrir uma empresa: Loja

Como escolher o local ideal para seu negócio sair de casa

By Ana Gama on 15 de Setembro de 201710 minutos de leitura

Sabemos que avaliar se chegou a hora de buscar um endereço comercial e qual é o melhor lugar para estabelecer seu negócio é passo importante e desafiador. Por isso, reunimos dicas para ajudá-lo a tomar decisões o máximo acertadas.

Escolher o local de seu negócio é uma das decisões mais importantes do empreendedor. Foto: Samuel Zeller

Se o seu negócio não é uma loja ou um restaurante e não precisa imediatamente de um endereço físico, é comum querer mantê-lo em casa para sempre. Há alguns argumentos a favor de quem quer trabalhar no próprio lar: economia, qualidade de vida por não necessitar de transporte e praticidade são vantagens reais em não mudar sua empresa para um endereço específico.

Isso pode até funcionar com quem trabalha com prestação de serviço e é, por exemplo, freelancer ou profissional liberal. Mas, se o que você faz está ligado ao comércio e à venda direta, mudar-se faz parte da essência do negócio. Uma hora ou outra, conforme seu empreendimento for crescendo, você vai perceber alguns sinais que indicam que talvez seja hora de mudar o endereço de seu CNPJ para um escritório e/ou ponto de venda.

Se você é comerciante, estabelecer sua empresa fora de casa não é somente um passo importante, é decisivo para o sucesso de seu negócio.

Claro, não é um problema. Afinal de contas, tudo o que um empresário mais quer é crescer seu empreendimento, criar uma marca forte e, enfim, prosperar financeiramente. Não é? Ao menos deveria ser...

Mas quem chega à importante conclusão "devo me mudar para fora de casa", normalmente, não tem somente um caminhão de mudança para levar seus móveis e equipamentos, "ganha" também um caminhão lotado de dúvidas.

Assim, juntamos alguns dos principais questionamentos que aparecem na cabeça do novo empreendedor na hora de estabelecer-se fora de casa…

E antes de qualquer coisa, nunca se esqueça: escolher bem ou mal o local de seu novo negócio pode ser decisivo para seu sucesso ou fracasso.

Por mais que gerencie muito bem o seu negócio, se ela estiver em um local pouco estratégico, as chances de não prosperar são maiores. E a lógica é a mesma para um negócio bem localizado: sempre haverá um novo cliente para você tentar de novo, crescendo as oportunidades de sucesso. E, acredite, até você encontrar o modelo ideal de negócio, você vai errar muito.

QUANDO devo mudar?

via GIPHY

Um dos sinais mais claros surge quando você estoura o MEI. Se o seu faturamento excede os R$ 60 mil anuais do Microempreendedor Individual e você teve de correr com a papelada para tornar-se Microempresa, você já tem a mais clara das evidências de que precisa migrar seu negócio para um endereço físico: você está fazendo dinheiro.

Outro indício de que é hora de estabelecer-se fora de casa é quando você contrata alguém ou percebe que não vai conseguir tocar seu negócio sem um funcionário. Não dá pra ficar recebendo seu empregado em casa. Quer dizer, até dá, mas não é muito profissional, né?

PARA ONDE devo mudar, para perto de casa?

Morar nesta ilha no meio do nada pode ser uma delícia. Mas será que é uma boa ideia abrir um salão de beleza em um lugar como este? Foto: Chris Adams

Quanto mais perto de casa você abrir seu escritório, maior a qualidade de vida. Ninguém questiona isso. Mas atenção: essa não deve ser sua prioridade. Sua ordem de prioridades deve ser a seguinte:

1º: seu público e onde ele circula;
2º: onde está a sua concorrência e como ela atrai os clientes;
3º: pense nas instalações de seu escritório, se você vai gastar uma nota com reforma, se elas são adequadas.

Finalmente, depois de tudo isso, pense nas proximidades de sua casa.

Meu cliente vai notar meu negócio?

Na hora de se estabelecer em um escritório ou loja, não se afobe na escolha. O estudo da movimentação de seus clientes é obrigatório. Pense em algumas questões como:

  • Acessibilidade  Tem ônibus, trem ou metrô por perto? Seu negócio está no caminho para a chegada de algum desses terminais de mobilidade? É fácil acessá-lo de carro? A menos que você abra uma pousada de charme ou algum tipo de empreendimento em que o isolamento seja algo desejável, jamais deixe de atentar ao modo que seus clientes vão chegar à sua loja.

  • Horário de consumo Vamos dar um exemplo de local mal escolhido por conta de horário de consumo. A região da Av. Luiz Carlos Berrini, em São Paulo, é um bairro de escritórios que lota de gente pela rua de manhã e, principalmente, na hora do almoço. A área, no entanto, fica bastante vazia à noite. Será que é uma boa abrir um bar de apelo noturno por lá? Qual seria a melhor escolha se você estiver no ramo de alimentação? Um restaurante que serve PF pode ser mais barato e mais lucrativo..

  • Vizinhos Existem alguns pontos comerciais que são excelentes vizinhos porque trazem volume de pessoas automaticamente. Uma lotérica, um cartório, uma loja de utensílios domésticos… Pense também em vizinhos que complementem seu negócio. Se você, por exemplo, abriu uma loja de produtos naturais, tem muito mais chance de prosperar se localizar-se perto de uma academia.

  • Sentido da rua Quando nos locomovemos por uma cidade, não ficamos pensando se a rua xis tem mão no sentido centro ou no sentido bairro. Mas, para um negócio, isso é primordial. Se você tem uma farmácia, o sentido bairro tende a ser mais atrativo porque,normalmente, as pessoas passam nesse tipo de estabelecimento quando voltam pra casa. Já tinha parado para pensar nisso? Todos os detalhes precisam ser analisados.

E a CONCORRÊNCIA? É melhor ter muita ou pouca?

matcha trends
Nada melhor para seu empreendimento do que uma rua repleta de comércio. Inclusive concorrentes, por que não? Foto: Gabriel Rocha

O senso comum leva o empreendendor a querer ter uma espécie de pequeno monopólio na região que se situou. Dá até gosto de falar algo como "tenho a única papelaria das Laranjeiras", fala a verdade? Mas será que os cariocas que moram nas Laranjeiras precisam tanto assim de papelaria? Será que eles vão notar que há uma nova papelaria em seu bairro?

A verdade é que, até que você consiga um público fidelizado, ninguém sabe que você existe. E, acredite se quiser, estabelecer-se próximo de uma concorrência já estabelecida ajuda muito no pontapé inicial de seu empreendimento. O público já conhece o local porque existe uma papelaria. E é nessa hora que, com preço, boas ofertas e estratégia de venda, você pode se sobressair.

Ruas e bairros que atendem comércio de nicho

Se a sua empresa vende artigos que atendem a nichos mais específicos, localizar-se perto de seus concorrentes é uma obrigação. A rua Teodoro Sampaio, em São Paulo, por exemplo, tem mais de quatro quadras recheadas de lojas de instrumentos musicais.

Por que você acha que seu negócio daria certo abrindo uma loja dessa especialidade em um bairro ao qual ninguém procura esse tipo de artigo, como a Mooca, por exemplo? Se você pretende alugar vestidos de noivas e não se situar na "Rua das noivas", a rua São Caetano, no Bom Retiro, talvez não tenha o sucesso que espera.

Achei o imóvel perfeito. Preparo logo a papelada?

via GIPHY

A resposta é simples: NÃÃÃÃO! Antes de fazer a proposta para o dono do imóvel comercial,

...ande pelas redondezas, observe o imóvel em todas as horas do dia, veja a diferença do movimento durante a semana e no fim de semana, estude como chegar no seu novo endereço com todos os transportes públicos possíveis, de carro e até de moto e bicicleta, se seu negócio envolver serviço de entrega.

Tenha calma e paciência. É bem comum a gente se animar demais com um imóvel, mas a escolha de um novo ponto deve ser racional. Em resumo, não se deixe levar pela empolgação e estude muito antes de fechar negócio, ok?

Ana gama Ana Gama

Tagged under

Loja
Default br